O que fazer com seu lixo eletrônico reciclável?

Há um ano o Instituto Sérgio Motta, em parceria com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente, criou o projeto "e-lixo maps" para indicar o ponto de coleta de lixo eletrônico reciclável mais próximo de sua casa.

Utilizando o sistema do Google Maps o site E-Lixo Maps (www.e-lixo.org) permite que se coloque o CEP de sua rua, o número de sua casa e indica a escolha o tipo de lixo eletrônico reciclável se pretende descartar. A partir daí, abrem-se diversos endereços de coleta próximos à localidade indicada.


O site permite, também, que sejam sugeridos outros locais para postos de coleta na seção "Fale Conosco". Ou, se você quer se cadastrar como um posto de coleta, escreva para o e-mail info@e-lixo.org.


Hoje é possível encontrar postos em diversas cidades do Estado, mas a ampliação do projeto para outras cidades e estados depende de patrocínio.


A equipe que cuida do projeto é bastante enxuta e realiza um trabalho minucioso para identificação dos novos postos. Esses locais precisam ser vinculados a uma recicladora e serem certificadas para a realização da reciclagem.


Conheça o site e ajude a divulgá-lo.


O lixo eletrônico não pode ser descartado no lixo comum, pois é muito nocivo ao meio ambiente e a sua reciclagem é um tanto complicada, exigindo armazenamento e transporte cuidadosos para evitar quebras ou derramamento de substâncias químicas.


Como explicitado no projeto "não se pode negar os ganhos que a informatização e as telecomunicações agregaram à sociedade nas últimas décadas, mas também não se pode ignorar a emergência de pensar de forma criativa e crítica sobre o impacto do e-lixo na vida cotidiana do planeta".

Comentários

Sérgio disse…
Serviço utilíssimo. Muitas vezes temos o interesse de colaborar, encaminhamos o material reciclável a pontos de coleta geral, e vemos nem todo tipo de lixo é trabalhado por eles, voltando ao caminhão de coleta regular. Tenho certeza de que vou utilizar muito esse serviço!
Forte Abraço!

Postagens mais visitadas deste blog

Penha de França: o bairro mais antigo

Cidade Compacta - o que é isso?

SP 2040, Visão e Plano de Longo Prazo para Sampa