Jogos na Praça

Jogos como dominó, xadrez, damas, baralho são uma forma de lazer que persevera no tempo e ganha gerações nas praças públicas de inúmeras cidades do país. Aqui em Sampa não poderia ser diferente.

Lembro-me que desde criança via as pessoas mais idosas do bairro se encontrando diariamente nas mesinhas de concreto da pracinha próxima de casa para jogar dominó. Era muito divertido passear por lá, comer algodão doce ou tomar sorvete ao som dos “click, click” das pedrinhas na mesa.

Os anos passam e a atividade continua. É um costume que resiste ao crescimento da metrópole, ao aumento dos ruídos do tráfego e ao intenso movimento dos carros e das pessoas pelas ruas. Nada move os jogadores de seus lugares, de tão compenetrados que ficam em cada partida.

É só passar por uma pracinha, em qualquer bairro da cidade, que lá estão eles reunidos em volta das mesas jogando, rindo, gritando as clássicas palavras dos jogos: “eu passo”, “bati”, “truco” e por aí vai.

Em muitos bairros eles estão organizados em associações e clubes de jogos, realizam campeonatos, participam das viradas esportivas realizadas pela Prefeitura (2007 e 2008). Em outros, simplesmente jogam, sem preocupações com horário de início, de término ou de dia da semana. Jogam como um grupo bem entrosado, em que ninguém é melhor do que ninguém, e o que vale é a diversão, o lazer e o ócio.

Na foto, jogos de baralho e dominó no Largo Nossa Senhora do Bom Parto, no Tatuapé.

Comentários

Camila Moraes disse…
Eu ía no Sampaio, descer aqueles pequenos morros rolando e colher amora no pé. Saudade.

Postagens mais visitadas deste blog

Penha de França: o bairro mais antigo

Cidade Compacta - o que é isso?

SP 2040, Visão e Plano de Longo Prazo para Sampa